jump to navigation

Algumas notícias e links abril 27, 2007

Posted by Adriano Albuquerque in curiosidades, Marcus Camby, prêmios, Seattle SuperSonics.
add a comment

– De acordo com o Denver Post, Marcus Camby, do Denver Nuggets, foi eleito o Melhor Defensor do Ano ainda nesta sexta-feira.

–  O filho de Michael Jordan, Jeffrey Jordan, não vai jogar em North Carolina. Ele escolheu defender Illinois.

O Seattle SuperSonics está considerando se mudar para Las Vegas.

Sobre a noite de terça-feira abril 25, 2007

Posted by Adriano Albuquerque in Chicago Bulls, curiosidades, Detroit Pistons, draft, Fiba, Kirk Hinrich, Leandrinho, Los Angeles Lakers, Miami Heat, New Jersey Nets, Pequim-2008, Phoenix Suns, primeira rodada, Seattle SuperSonics, Toronto Raptors.
add a comment

– O primeiro jogo da noite, entre Toronto Raptors e New Jersey Nets, foi o melhor jogo da noite – e o pior também: no primeiro tempo, parecia que nenhum dos dois times conseguia fazer cestas. Ambos erravam demais. New Jersey teve chances de vencer até o final, e acho difícil que perca esta série; é um time mais experiente e confiante, enquanto o Raptors por muitas vezes força arremessos e se esquece de suas jogadas e suas forças. Embora o Vince Carter continue jogando medroso, sem invadir o garrafão e forçando muitos arremessos de média distância e passes, o Jason Kidd compensa isso de forma destemida, e o Bostjan Nachbar mostrou também muito mais confiança e força. Em Nova Jérsei, vai ser bem difícil de Toronto vencer, embora os dois times sejam bastante equilibrados. É uma série interessante.

– O Chicago Bulls fez uma partida quase perfeita contra o Miami Heat. Se no primeiro jogo o Kirk Hinrich foi o elo fraco, desta vez ele jogou com muita raça e a mão certeira, e aí ficou difícil para o Miami. É incrível como este time de Chicago é montado bem para explorar as fraquezas do Heat, isso é claro desde o primeiro jogo da temporada. Ben Wallace cresceu exatamente no momento em que se esperava dele. Pelo Miami, o Dwyane Wade está jogando mais cauteloso que o normal. Ele ainda tenta alguns chutes impossíveis, mas a quantidade diminuiu. Ele não parece muito confiante no braço esquerdo ainda. O Heat precisa atacar mais através do Shaq e precisa mais ainda que seus demais jogadores contribuam. Acho que de repente valeria a pena lançar o Jason Kapono de volta ao time titular pra abrir mais a defesa do Chicago e dar mais espaço para o O’Neal e até para o próprio Wade. Em Miami, os jogos vão ser bem diferentes.

– O Suns es-cu-la-chou o Lakers e o Leandrinho foi incrível. Começou o jogo cometendo duas faltas em seus dois primeiros lances e errou seus três primeiros arremessos, e em seguida marcou 17 pontos no primeiro tempo! Ele estava imparável, demonstrou toda a velocidade que tanto se fala dele. Depois, Nash, Stoudemire e companhia trataram de destroçar o Lakers de uma vez, e o segundo tempo foi um passeio. Os angelinos estavam visivelmente frustrados e sabiam que não tinham chances de vencer. Os dois jogos em L.A. vão ser muito interessantes, porque o Suns é claramente superior ao Lakers, mas o Kobe e o Phil Jackson têm orgulhos fortes, vão tentar evitar a varrida a qualquer preço. Embora esta série até agora tenha sido pacífica, no Staples Center o Lakers vai apelar pra violência o quanto puder pra tentar provocar o Suns e conseguir suspensões, como aconteceu no ano passado. No segundo tempo de ontem, isso já começou, com uma falta dura do Lamar Odom no Steve Nash ainda na defesa do Phoenix.

E pra completar, alguns links da web:

– Este post tenta explicar um pouco da ciência complicada do draft, das equipes que entregam partidas para ficar nas primeiras posições, e sobre como o sucesso de um jogador depende mais de situação que de sua posição ou talento.

– Já esta matéria do site do Boston Celtics explica as probabilidades de cada time de conseguir cada escolha. Que matemática complicada…

– Depois de trair seus jogadores e colocar neles a culpa de uma temporada ruim, Bob Hill é justamente demitido pelo Seattle SuperSonics. O péssimo gerente geral Rick Sund não foi demitido, mas foi rebaixado a consultor, o que já é uma melhora. Agora, se isso quer dizer que o Sonics vai melhorar e buscar vitórias no ano que vem, é um mistério. Parece cada vez mais claro que o foco é sair de Seattle.

– Quem disse que o Detroit Pistons não é divertido? Com o Rasheed Wallace, qualquer time é hilário. Sem relações com o Nenê, claro.

– Os caras são suspensos na NBA, vão jogar na Europa, mas continuam sendo pegos com maconha. A pergunta: se esse teste de doping tivesse dado positivo em Amsterdã, ele mereceria ser suspenso?

Fiba e NBA vão cooperar com o Comitê Olímpico de Pequim para fazer as apresentações de entretenimento das Olimpíadas de 2008.

Alguns links com notícias do dia abril 23, 2007

Posted by Adriano Albuquerque in Caron Butler, Chicago Bulls, Cleveland Cavaliers, John Whisenant, Kirk Hinrich, LeBron James, Manú Ginóbili, Reggie Theus, Sacramento Kings, Sam Mitchell, Seattle SuperSonics, Técnico do Ano, Toronto Raptors, Washington Wizards.
add a comment

E aí, galera. O jogo 2 do Detroit Pistons contra o Orlando Magic já está rolando e está bem disputado. Será que rola uma nova surpresa hoje?

Enquanto isso, vão algumas manchetes da NBA de hoje que não entraram no site:

– Tentando salvar seu emprego, o técnico Bob Hill, do Seattle SuperSonics, prega que o problema do time é falta de continuidade na equipe. Que homem; olha o que ele disse: “Não é o técnico, é o elenco”. E disse que o banco era muito inexperiente e lidou com muitas lesões. Redefiniu o sentido da expressão “tirar o corpo fora”.

– Aquela lesão no tornozelo do LeBron de que eu falei há alguns posts atrás não vai tirá-lo do Jogo 2 do Cleveland contra Washington. Já o Caron Butler continua de fora pelo Washington.

– As chances de classificação olímpica do Brasil cresceram MUITO nesta segunda-feira: o Manú Ginóbili disse que não vai jogar pela seleção argentina na Copa América, para poder repousar mais. De repente, depois de perder o prêmio de Reserva do Ano, ele ficou assustado com o Leandrinho…

– O Kirk Hinrich, do Chicago Bulls, foi multado em US$ 25 mil por jogar o protetor bucal na torcida após cometer uma falta no primeiro jogo da série contra o Miami Heat. A boa notícia pro Bulls é que ele não vai ser suspenso.

– O ex-técnico do Sacramento Monarchs, John Whisenant, pode saltar pra NBA e treinar o próprio Kings. Parece que a intenção do time é que ele use como auxiliar o Reggie Theus, ex-astro do time que seria seu sucessor no futuro. O Theus está treinando a universidade New Mexico State, em que joga o brazuca Hatila Passos.

– Depois do Leandrinho, o próximo premiado a ser anunciado pela NBA é Técnico do Ano, e o jornal canadense “National Post” diz que será o treinador do Toronto Raptors, Sam Mitchell.