jump to navigation

Termina 2006/07 na NBA: Spurs campeão junho 15, 2007

Posted by Adriano Albuquerque in Cleveland Cavaliers, Finais, San Antonio Spurs.
trackback

É isso, amigos. O San Antonio Spurs derrotou o Cleveland Cavaliers por 83 a 82 nesta quinta-feira para sagrar-se campeão da NBA pela quarta vez, e o jogo não foi tão parelho quanto o placar indica. Prova disso eram os olhares desolados do banco do Cavs e da torcida de Cleveland durante os 30s finais, quando o time perdia por 7 pontos. Apesar de manter uma diferença baixa por todo o jogo e permitir uma virada rápida no começo do último quarto, San Antonio foi superior desde o começo do jogo – desde o começo da série.

Não há como negar, Cleveland chegou um pouco cedo demais às Finais. Se o sistema da liga não obrigasse a decisão a ser realizada com um representante da Conferência Leste, a maior probabilidade é que teríamos uma final entre dois times do Oeste. Isso não tira os méritos do Cavs em ter dominado os playoffs do Leste, superado um difícil obstáculo no Detroit Pistons e ganho uma experiência bastante importante com sua primeira chegada às Finais. É provável que o Cavs venha a dominar o Leste por anos e anos, tenho certeza absoluta que esta não é a última vez que veremos LeBron James e Anderson Varejão – se continuar em Cleveland – na decisão da NBA.

O Cavaliers precisa de um novo auxiliar técnico que mude o ataque, que é muito parado, sem criatividade e velocidade. O treinador Mike Brown precisa expandir seus horizontes e permitir mais jogo de transição ao seu time. Os melhores momentos do Cavs nesta série foram exatamente quando a equipe saiu em contra-ataque. O gerente geral Danny Ferry também precisa mover algumas peças para reforçar este elenco e ajudar um pouco LeBron no ataque.

Quanto ao Spurs, não há palavras. Foi um título merecido e justo, mesmo que algumas pessoas coloquem um asterisco por causa da suspensão de Stoudemire e Diaw na série contra o Phoenix Suns. O que importa é que a equipe marchou com facilidade por toda a pós-temporada, mostrou a profundidade de talentos e estilos que se esperava dela desde o ano passado, quando contratou Michael Finley, e provou ser a franquia dominante da NBA desta década.

Gregg Popovich tem de ser considerado um dos técnicos mais brilhantes da liga pela forma como gerenciou o time nestes playoffs – olhando em retrospecto, sua idéia de absorver uma multa ao poupar os jogadores de um dia de treinos e entrevistas, para que pudessem descansar, foi talvez o ajuste mais importante de toda essa campanha. Quantos técnicos neste mundo colocariam um jogador que produz 20 pontos por jogo no banco e deixariam o jogador que marca 9 em média como titular? A mudança fez Finley jogar melhor, pois ele claramente não conseguia entrar frio saído do banco no meio de um jogo, preservou um pouco as pernas de Ginóbili, que passou a temporada passada inteira lidando com contusões e desta vez foi bem mais durável, e ainda reforçou a segunda unidade. Tanto se fala sobre qual é o melhor time titular da NBA, mas o Spurs tinha um dos melhores times titulares e, disparado, o melhor time reserva, com Ginóbili, Horry e os úteis Vaughn, Barry e Elson.

E por que ele foi capaz de fazer isto? Porque Tony Parker está no auge, jogando seu melhor basquete, e agora é capaz de chutar de dentro e de fora, e exige tanto a bola nas mãos que fica difícil dividir os toques entre ele, Duncan e Ginóbili quando estão juntos em quadra. Os três só ficam juntos nos momentos mais importantes dos jogos, mas a dobradinha Parker-Duncan já é suficiente para dominar a maior parte dos adversários. Uma versão menos espetacular de Kobe-Shaq.

Bom, é isso. Pela manhã teremos mais vídeo dos melhores momentos do jogo, mais fotos e devo fazer uma coluna no site ou um post aqui sobre minhas impressões da temporada. Por enquanto, agradeço a todos que vêm acessando o blog por todos os playoffs e o site por todo o ano. Um abraço!

Comentários»

1. Alexandre Guimarães - junho 16, 2007

Acabo de descobrir este Blog e já vi que vou voltar muitas vezes aqui: gostei muito. Sou torcedor do Detroit Pistons e gostaria de saber quais são as maiores torcidas da NBA. Agradeço antecipadamente a atenção. Um forte abraço. Alexandre Guimarães (Rio de janeiro/Leblon).

2. Alexandre Guimarães (Rio de Janeiro/Leblon) - junho 16, 2007

Voltei para deixar o meu e-mail correto. Um forte abraço.

3. renato - abril 7, 2009

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: