jump to navigation

Sinceramente? Essa série já acabou junho 13, 2007

Posted by Adriano Albuquerque in Cleveland Cavaliers, Finais, LeBron James, San Antonio Spurs.
trackback

Eu gostaria de acreditar que o Cleveland Cavaliers ainda tem alguma chance de vencer estas Finais da NBA, mas a verdade é que, depois desta derrota por 75 a 72 no terceiro jogo da decisão, o time praticamente entregou de uma vez o tetracampeonato ao San Antonio Spurs. O Cavs ainda pode adiar um pouco seu destino, como por exemplo o Seattle SuperSonics fez em 1996 quando venceu seus dois últimos jogos em casa e forçou um jogo 6 com o Chicago Bulls na casa do adversário, aonde o rubro-negro enfim confirmou seu próprio tetra. Mas vencer quatro jogos seguidos? Não vai acontecer.

Os esperançosos torcedores do time do Anderson Varejão vão provavelmente argumentar que o time esteve a apenas uma cesta do empate hoje, e que o time foi roubado porque LeBron James sofreu falta não marcada no último lance. Mas ignoram que para aquele lance, o Cavaliers foi beneficiado em todas as outras jogadas duvidosas da partida, com inúmeras marcações invertidas por toda sua duração. É verdade, o Spurs tem tido a ajuda da arbitragem por toda a pós-temporada, mas hoje eles poderiam argumentar que foram roubados bem mais que seu rival.

Quer um sinal mais claro que o Cavaliers não tem condições de competir com o Spurs do que o jogo de hoje? Cleveland executou exatamente o que precisava para competir com o Alvinegro texano: parar o trio Parker-Duncan-Ginóbili, contra-atacar com mais velocidade e buscar rebotes ofensivos. E assim mesmo, perdeu o jogo. Por que? Porque San Antonio tem elenco. Cleveland, não. Para vencer o Spurs, o Cavaliers precisa que LeBron jogue da forma que jogou no quarto período por todo o jogo. Infelizmente para eles – e para todos nós, que queríamos muito ver uma final digna e mais atuações primorosas como a do jogo 5 contra Detroit – não só o Spurs faz uma boa marcação, como James parece retraído. Não dá para entender o que se passa na cabeça do garoto.

No início do segundo quarto, LeBron roubou uma bola no meio da quadra e arrancou com tudo à cesta, deixando todo o time do Spurs para trás. O armador reserva Jacque Vaughn só conseguiu impedir a cesta porque se agarrou desesperadamente ao braço de James e ainda meio que deu um tropeção nele – e LeBron continuou indo. O juiz deu falta flagrante. Foi mais uma prova clara que, se ele quisesse, BronBron poderia simplesmente passar por cima da marcação.

Aí, você passa direto para um outro lance, senão me engano também no segundo período, em que o LeBron recebeu a bola no poste baixo direito, de costas para a cesta, marcado pelo Tony Parker. O Parker é um anãozinho magrelo perto do “Rei James”. Em vez de passar por cima e mandar uma de suas enterradas gigantescas para empolgar a galera, ele deu um giro curto e tentou uma bandeja que foi muito curta. Qual foi, James???

Olha, eu não estou dizendo que ele é “uma farsa”, “um fracasso” nem nada disso. É a primeira final do garoto, que só tem 22 anos. Eu só estou apontando que neste jogo ele fez umas decisões medrosas e, como já fez em outros playoffs, ainda tem que aprender a dominar neste estágio também. Pelo que vimos dele na pós-temporada até agora, dá para acreditar que ele pode dominar a NBA sozinho pela próxima década, a la Michael Jordan mesmo. Mas este ano, está difícil. A não ser que ele produza outro “48 Special” e jogue tudo o que sabe, o Cavs não vai durar nem mais um jogo.

Agora, o jogo hoje foi emocionante, mas também foi bem ruinzinho, hein? Se eu não estivesse cumprindo meu dever, teria trocado de canal. Já fui advogado de jogos defensivos – alô, torcedor do Pistons – mas uma coisa é você ver um jogo em que há muitos tocos e roubos de bola, e outra coisa é você ver o Sasha Pavlovic – que jogou bem – errar uma bandeja em contra-ataque, e depois o Brent Barry dar um passe na altura do Tim Duncan, só que para o Tony Parker, em outro contra-ataque. E outra coisa ainda pior é ver o Cavs errar chute de 3 atrás de chute de 3, todos livres. O Sasha acabou marcando as duas cestas de 3 do time no último quarto, mas eu queria ver quantos arremessos ele errou de lá nos playoff… Entre a final do Leste e as Finais, o aproveitamento dele tem sido péssimo.

E o Boobie Gibson, coitado… Gastou muita energia defendendo o Parker, acabou jogando mal do outro lado. É outra coisa ter que atacar a primeira unidade do Spurs, que se ajustou bem para fechar não só as penetrações de LeBron, mas as suas também. Agora as pessoas têm de dar crédito ao Mike Brown também por entender que o Gibson causava mais impacto saindo do banco do que como titular… Nesta temporada. Se no ano que vem o Gibson não for titular desde o começo, aí já vai ser “teimosia”.

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: